quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Mar carregado


Satisfação, senhor delgado.
Os mares de minha intenção têm ondas perversas,
quero que as sinta calado.
Coerção inútil, caro colega.
As naus mal se fazem e já se dispõem a flutuar,
e meu corpo isolado se entrega.
Satisfação, irmão colorado.
Baía de minha Bahia que tenho amado:
tudo em mim renasce.
Sou teu eterno legado.
Artista da vida: satisfação.

Um comentário:

  1. adorei o blog estou seguindo, me faça uma visita e siga se gostar:

    http://fazdecontatxt.blogspot.com

    ResponderExcluir

Seguidores